Num mundo ideal haveria emprego para todas as pessoas e cada jovem qualificado teria o seu lugar no competitivo mercado de trabalho. Mas este não é um mundo ideal e a realidade é bem diferente. Há apenas uma oportunidade de emprego e milhares de candidatos. Hoje em dia, o curso e/ou experiência já não são suficientes para marcar a diferença e ser escolhido.

Como chamar a atenção no meio de tantas candidaturas?

O que te faz ser o candidato perfeito?